Paleontologia

Olá meus queridos alunos! Hoje estudaremos Paleontologia. Boa aula.
Galera! Paleontologia é uma ciência que estuda os seres vivos que viveram em períodos geológicos passados através dos fósseis.
Paleontologia

Observe o quadro abaixo.
Paleontologia
Numa definição simples podemos dizer que Paleontologia é a ciência que estuda os fósseis.
Paleontologia
Galerinha! Mas afinal o que são fósseis?
Paleontologia
 Fósseis são restos ou vestígios de seres vivos que viveram há 11 mil anos. Esses 11 mil anos data a época geológica do Holoceno da era Cenozoica que teve início após a última era glacial (era do gelo), cerca de 11,5 mil anos e se estende até o presente.
Paleontologia
 Observe o quadro. 
Paleontologia
 Esses 11 mil anos é devido a última era glacial que se estende até o presente.
Paleontologia
  
Paleontologia
 Galera! Os fósseis são muito importantes. Eles permitem reconstruir a história evolutiva dos seres vivos no planeta Terra, analisar o grau de parentesco entre os seres vivos, verificar as mudanças climáticas, movimento dos continentes, conhecer a idade das rochas.
Observe e analise os quadros abaixo.
Paleontologia
Paleontologia
Classificação dos fósseis.
Os fósseis são classificados em dois tipos:
Somatofóssil (restos) e Icnofóssil (vestígios), de atividades dos seres vivos
Paleontologia
 Somatofóssil: São restos de seres vivos fossilizados. Exemplos: Dentes, conchas, tronco de árvore, ossos e folhas de plantas, que sofreram mineralização (a matéria orgânica é substituída por minerais) ou incarbonização ( que enriqueceu de carbono), após a morte.
Paleontologia
 Exemplos de fósseis que sofreram mineralização e incarbonização.
Paleontologia
Exemplos de somatofóssil (restos) de seres fossilizados por mineralização ou incarbonização
Paleontologia

Icnofóssil: Vestígios de atividade de seres vivos, que ficaram fossilizados por meio de mineralização ou incarbonização. São icnofósseis: Pegadas, fezes, construção de túneis e galerias de habitação, marcas de dentes, rastros e ovos.
Observe e analise o quadro abaixo.
Paleontologia

Exemplos de Icnofósseis.
Paleontologia


Paleontologia


Fóssil- vivo: São organismos atuais que no passado geológico da Terra eram mais abundantes. Exemplo: Foi encontrado fossilizado o peixe celacanto e sua espécie, ainda vive no presente.
Outro exemplo é a planta Ginkgo biloba que foi encontrado fossilizado, cuja a espécie sobrevive no presente. 
Paleontologia

Fóssil- guia: No quadro abaixo temos um fóssil de uma trilobita. As trilobitas são artrópodes muito abundantes na era do paleozoico no período cambriano. Eles tiveram uma grande distribuição geográfica e são característicos do seu período.
Paleontologia
Microfósseis: São diminutos restos de bactérias, fungos, plantas e animais.
Paleontologia
 Processos de fossilização.
Galera! A fossilização é um processo complexo e raro de acontecer, e que pode durar milhares de anos. Para que a fossilização ocorra é necessário condições favoráveis como por exemplo o frio que diminui a atividade dos decompositores, um lugar sem oxigênio para diminuir a degradação da matéria orgânica.
Observe e analise o quadro abaixo. 
Paleontologia
 Etapas da formação de um fóssil. 
Paleontologia
 Galerinha! Após a morte de um ser vivo como por exemplo um animal, as partes moles entram em decomposição devido a ação de agentes decompositores (fungos e bactéria). Já as partes duras como os ossos ficam sujeitos as condições ambientais que pode destruí- lo ou desgasta- los. E a fossilização evita essa destruição e o desgaste natural. Esse processo não ocorre em todos os seres mortos. Por esse e outros motivos já citados a fossilização é um processo difícil e raro de acontecer.

Observe o desenho ilustrativo abaixo e acompanhe as explicações seguindo as letras.
A) Um dinossauro é morto. As partes moles do corpo sofrem decomposição.
B) O dinossauro é rapidamente soterrado.
C) Após ser soterrado o animal é coberto por camadas de sedimentos contendo minerais. O animal troca minerais com a rocha sedimentar que irá preserva-lo da destruição e desgaste natural do ambiente. Esse sedimento ao cobri- lo ira se transformar numa rocha sedimentar.
D) O fóssil na rocha sedimentar pode aflora-se na superfície devido ao movimento das rochas,ou do desgaste do solo ou ainda, essa rocha sedimentar é escavada por paleontólogos que o descobrem. Esse fóssil descoberto será estudado em laboratório. 
Paleontologia
 Mais um exemplo simplificado dos processos de fossilização.


Paleontologia

 Galera! Os seres vivos são preservam-se apenas as rochas sedimentares. Eles podem preservar- se num gelo ou âmbar (resina fossil de árvores)
A resina fóssil produzida e liberada por uma árvore pode atingir um inseto e fossiliza-lo, como mostra o quadro abaixo.
Paleontologia

Paleontologia
  Permineralização: É o depósito de minerais nos poros microscópico do ser vivo. Esse processo ocorre mais facilmente em árvores e ossos por serem bastante porosos.
Paleontologia
 Pseudo-Fóssil (falso fóssil): São fósseis de origem inorgânica em oposição ao fóssil verdadeiro que é de origem orgânica. Eles lembram um fóssil mas não é. 
Paleontologia
  Carbonificação: Esse processo corre principalmente em plantas e partes moles. Após o soterramento as plantas e as partes moles sofrem com o peso da compactação das rochas sedimentares. Nesse processo ocorre a liberação de oxigênio, hidrogênio, nitrogênio e sobra apenas uma película de de carbono. Dai o fóssil sofre a carbonização, como mostra o quadro abaixo. 
Paleontologia

Galera! Espero que tenham gostado. Obrigado por estudar mais uma aula. Até a próxima.

Profº Weslei.

0 comentários:

Postar um comentário